Funcionários da instituição conciliaram trabalho e estudos para conseguir realizar o sonho de concluir a graduação

Conciliar trabalho e estudos nem sempre é uma tarefa fácil, porém, na realidade atual, a maioria da população, principalmente os jovens, precisam se adequar a esta condição. Na colação de grau da Funorte do segundo semestre deste ano, temos os exemplos de vários colaboradores que se encaixam neste quadro. Este é o caso do auxiliar administrativo Alex Moreira Castro, que formou em Fisioterapia pela própria instituição. Para ele, a graduação sempre foi um sonho. “Desde o ensino médio, optei por um curso superior pela amplitude do conhecimento e pelas oportunidades oferecidas antes mesmo de se concluir”, afirma Alex que ainda argumenta que pretende seguir com os estudos e se especializar nas áreas neurológica, ortopédica e uroginecológica.

O fisioterapeuta fala que o sucesso da sua formação teve como ponto principal, o corpo docente da faculdade. “Os professores foram peças fundamentais para a nossa formação, todos os direcionamentos, conhecimentos e habilidades repassados foi de suma importância para o nosso crescimento. Tenho a Funorte como minha segunda casa foi onde passei a maior parte dos meus dias, seja estudando ou trabalhando. Só tenho a agradecer a instituição, aos gestores e funcionários pela oportunidade de trabalhar e estudar. Sou muito grato por tudo”, ponderou.

Para a secretária de curso, Bárbara Thaís, formada em Direito, a escolha pela Funorte se deu através de uma pesquisa que a mesma fez. “Percebi que esta faculdade, dispõe de uma estrutura excelente, além de um corpo docente extremamente conceituado. Além disso, a disputa no mercado de trabalho está cada vez mais acirrada, a graduação é uma ferramenta de extrema importância para quem deseja se destacar nesse ambiente”, disse. Alguns momentos marcaram sua vida acadêmica, mas, para ela, a etapa final do curso foi inesquecível, principalmente a colação de grau. “Compartilhamos momentos inesquecíveis, muitas risadas, lágrimas, momentos que tornaram se ímpar em nossas vidas. Amadurecemos a cada experiência, mas a melhor delas foi chegar até aqui com a sensação de missão cumprida”, afirmou.

Além destes egressos, a engenheira civil, Eliza Crisley também concluiu o curso este ano, seguindo o mesmo exemplo de estudar e trabalhar na instituição. A ela afirma que a graduação é extremamente importante para sua vida. “Considerando ser de família humilde, a graduação possui grande relevância para mim, bem como para os meus familiares, já que me capacita a desenvolver atividades específicas relacionadas a área. Sobretudo, se faz de suma importância na minha formação profissional, o que me permitirá exercer com qualidade a profissão escolhida por mim”, afirmou.

A egressa explica que a instituição, deu a oportunidade de conciliar estudos e trabalho. “Trabalhando na Funorte desempenhei funções relacionadas área de construção civil, o que serviu para aliar o trabalho ao aprendizado prático, as pessoas com as quais trabalhei, foram meus alicerces, sempre aptos a ensinar e partilhar conhecimento. Posso dizer que foi um divisor de águas tanto na minha vida profissional quanto na minha vida pessoal”, concluiu.

Gabriel Mota

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *