O dia 08 de Março é considerado um marco na história mundial, neste dia, comemora-se o dia Internacional da Mulher, data que traz uma referência às mulheres que morreram queimadas, em 1827, num incêndio na cidade de Nova York, nos Estados Unidos.

No Brasil, muitas foram às conquistas, desde o direito ao voto até a criminalização da violência doméstica contra a mulher. Ao longo dos anos, as mulheres foram conquistando, mesmo na raça, seu espaço na sociedade. A coordenadora pedagógica da Funorte campus São Luís, Silvana Patrícia ressalta a importância destes feitos. “São muitas as conquistas, podemos citar, como exemplo, os cargos, antes ocupados por homens, hoje, as mulheres exercem com maestria”, destaca a profissional.

Segundo ela, “não podemos parar! Tem espaços que podermos usufruir mais, como na política, na magistratura, na liderança de grandes empresas, entre outros,” diz.

Porém, para a coordenadora, tem muito o que melhorar. “Esta data é uma oportunidade de chamar atenção para a urgência de acelerar os movimentos em favor das mulheres. Nestes últimos dias, estamos acompanhando casos de violência contra a mulher e não podemos achar normal estes massacres”, frisa.

Para finalizar, Silvana, nos conta o que é ser mulher para ela. “É ser forte, corajosa, perseverante, destemida. É ser mãe, mulher, profissional. É ser desbravadora”, conclui.

“Mulher é mesmo interessante…
Mesmo brava, é linda
Mesmo alegre, chora
Mesmo tímida, comemora
Mesmo apaixonada, ignora
Mesmo frágil, é poderosa!”

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *