Ivone Dias, que trabalha como auxiliar de biblioteca na Funorte, participou de corrida do 1º Sertão Extremo 10K, evento organizado pelo grupo de corrida, Divas, no dia 16 de dezembro, em fazenda de Montes Claros.

Ivone descobriu o amor pela corrida há dois anos, e conta que o desejo surgiu depois que se inscreveu e participou de uma das edições da corrida “Elas de Rosa”. “Comecei a praticar o esporte competindo na Corrida Elas de Rosa. Então, surgiu a paixão pela modalidade e, atualmente, faço parte de um grupo de corrida chamado Kelly Durães. A princípio, iniciei a prática da caminhada, porém, percebi que eu havia corrido durante todo o percurso e, quando o bichinho da corrida te pica, não há mais remédio. É fascinante!”, destacou.

Na competição 1º Sertão Extremo, a auxiliar de biblioteca finalizou a corrida na segunda posição. Ela ressalta os desafios do percurso e fala sobre a importância de buscar superação. “A competição contou com um percurso de 10Km e foi uma corrida diferenciada do comum que temos na cidade, que é realizada no asfalto. Esta última, aconteceu em uma fazenda e o percurso tinha rios, subidas, descidas e tudo que se imagina de obstáculos e dificuldades. Não foi uma corrida fácil, mas gratificante. Participar dela e conseguir um troféu é algo que significa muito para mim porque não foi uma corrida comum, foi de superação. Eu fui ao meu extremo”, explica a competidora.

Ela ressalta as vantagens do atleta testar seus limites e melhorar o desempenho. “Experiências como esta faz com que conheçamos o nosso limite, o que é importante porque correr significa derrubar barreiras. Foi muito importante ganhar esta corrida e eu penso que Montes Claros precisa muito mais incentivar esta prática. Quebrar barreiras é muito bom para o atleta, não podemos ficar na mesmice. Correr o mesmo percurso enjoa e o atleta não desenvolve. Se queremos crescer, temos que ir para o diferente, então, a organização (Divas) estão de parabéns e que venham mais e mais competições neste estilo”, elogiou.

A categoria que Ivone participou é para atletas entre 50 e 59 anos. Ela cita a importância da prática de esportes em todas as idades e frisa seus benefícios para a saúde. “Correr é muito bom, é excelente, acredito que seja a melhor modalidade esportiva porque não depende de nada, além de nós e a busca pela superação. E é importante, principalmente para quem começa a praticar cedo. O esporte desenvolve todas as outras áreas da vida, por exemplo, se corremos, automaticamente cuidamos da alimentação, dormimos bem, abolimos velhos maus hábitos e preocupamos mais com a nossa saúde, pois queremos ficar bem para continuarmos praticando. Tudo o que fazemos é pensando no esporte e ele é fundamental em qualquer idade, além disso, a corrida é gratuita, não depende de nada, somente de querermos mudar nossos hábitos e estilo de vida”. E completa ressaltando o que o resultado da disputa representa para ela. “Para mim, conseguir esta classificação significou muito. Fechar o ano com um troféu é mais gratificante ainda, sinal de que o decorrer do ano foi bom. Espero que em 2019 venham mais troféus”, concluiu Ivone.

Uma resposta para Colaboradora Funorte é premiada em 2º lugar no I Sertão Extremo
  1. Obrigada Funorte pelo incentivo a pratica esportiva. Parabéns


[top]

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *