A leitura é uma prática imprescindível na vida do cidadão e, em especial, na graduação. Partindo desse pressuposto, a biblioteca do Campus JK desenvolve diversos projetos com o intuito de fomentar a leitura na vida dos alunos, funcionários e professores. Os projetos são:

 

Biblioteca na Rede

Essa iniciativa consiste em registrar em rede social o que acontece na biblioteca, as visitas dos professores e alunos para uma aula dinâmica. O projeto surgiu ao perceber que a biblioteca era pouco frequentada por docentes, como explica a coordenadora, Mayze Liduario. “Os professores não usavam nosso espaço para aulas dinâmicas, não usufruíam da estrutura e resolvemos criar um projeto para animá-los a visitar a biblioteca”, explica.

Todas as visitas e aulas são fotografadas e registradas na rede social da Biblioteca. “Os professores gostam de ser vistos e esses registros os despertaram a aproveitar nossa estrutura”, ressalta e finaliza a coordenadora.

 

Biblioteca Docente

 

Esse projeto leva os livros para mais perto do corpo docente. Foi criada uma estante na sala dos professores com um exemplo dos periódicos que chegam. “Muitas vezes o professor não quer passar ou não tem tempo de ir à biblioteca, então levamos um exemplar de cada periódico que chega para sala dos professores”, explica a coordenadora, Mayze, que completa: “além dos docentes, os funcionários que passam na sala também podem ler os livros”.

 

Estante Literária

Sair da rotina pesada da academia é necessário. Esse é o objetivo da Estante Literária, que é recheada de obras para distrair os alunos. “Nossa intenção é incentivar a leitura a literaturas e, assim, fazer com que os acadêmicos saiam da rotina. E nós conseguimos atingir os dois públicos, alunos e funcionários. Os livros da estante são disputados”, esclarece à coordenadora.

 

Quiosque Literário  

A intenção desse projeto é levar a biblioteca para o espaço do Campus. Espalhar livros pelo campus JK, e, além disso, levá-la para as ações que a Funorte desenvolve. “A Biblioteca é vista como uma extensão da sala de aula e precisamos incentivar a leitura sempre”, ressalta Mayse.

De acordo com a coordenadora da Biblioteca, Mayze Liduario, todos esses projetos têm o intuito de incentivo a leitura. “A leitura abre a mente das pessoas e é através dela que conseguimos formular nossas opiniões e ideias. Ler transforma”, destaca.

 

Mariana Correia

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *