Acadêmicos de psicologia da Funorte e da Fasi prestam atendimento gratuito à população

De um lado estão os acadêmicos, que têm a chance de colocar em prática os ensinamentos da sala de aula, além de conhecerem de perto o cotidiano profissional. Do outro, encontram-se crianças, adultos e idosos que se beneficiam com um atendimento especial. É por meio dessa troca que funciona com sucesso desde de 2015 a Clínica de Serviços da Psicologia, no bairro Amazonas, em Montes Claros.

Na unidade, alunos do curso de psicologia da Faculdades Integradas do Norte de Minas (Funorte) e Faculdade de Saúde e Humanidades Ibituruna (Fasi) oferecem atendimentos gratuitos à população de Montes Claros e região, de segunda a sexta-feira.

Cento e vinte acadêmicos estão envolvidos nas ações, que beneficiam 150 pacientes. Psicóloga e coordenadora pedagógica da clínica, Rosimeire Aparecida de Sá diz que os atendimentos são feitos pelos estagiários, com acompanhamento dos psicólogos supervisores. São oferecidos os serviços de acolhimento e acompanhamentos clínicos individuais, de casal e de família. Os acadêmicos fazem ainda avaliações e intervenções psicopedagógicas junto a crianças e adolescentes com dificuldades escolares e/ou atraso no desenvolvimento, além de atividades interdisciplinares de promoção de saúde.

“O objetivo é dar um sentido mais abrangente de promoção de saúde, entendendo o ser humano como integral nos aspectos físico, psíquico e social”, diz Rosimeire. Segundo ela, a experiência para os alunos de psicologia vai além dos atendimentos clínicos e abrangem outros espaços, como praças, parques, shoppings, dentre outros. “O projeto é desenvolvido pelos acadêmicos dos últimos períodos da graduação em psicologia junto aos profissionais supervisores por meio de oficinas, palestras, escuta psicológica, dentre outras atividades”, enumera Rosimeire.

A acadêmica Micaella Mahone Gomes Costa diz que a experiência é enriquecedora. “Por meio da teoria colocamos em prática nossos conhecimentos, acolhendo e ajudando os pacientes de forma que pudemos acompanhar de perto seu processo de mudanças”.

Micaella conta que os atendimentos servem para sair do curso com preparação para o mercado de trabalho, ofertando um serviço de qualidade. “Minhas expectativas são de que possamos atender todos ofertando um trabalho ainda mais qualificado, pois estamos em um processo de formação profissional”, conclui Micaella.

Com capacidade para realizar até 10 atendimentos simultâneos, a clínica funciona das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 21h30. As consultas são realizados com agendamento na recepção ou pelo telefone. Interessados devem ter em mãos a documentação pessoal e um encaminhamento de profissional da saúde ou da educação.

A Clínica fica na rua Plínio Ribeiro, 539, no Bairro Amazonas. Em funcionamento desde 2015, o serviço foi credenciado, em 2018, pelo SUS. Mais informações podem ser conseguidas pelo telefone 2101-9671.

Para mais informações quanto aos atendimentos psicológicos, os interessados podem se dirigir à clínica (ao lado do Hospital das Clínicas Mário Ribeiro) ou ligar para o telefone 2101-9671.

‘Psicologia é imprescindível’
Coordenadora pedagógica da Clínica de Serviços da Psicologia, Rosimeire Aparecida de Sá disse que neste semestre terão início as atividades da “psicologia extramuros” – projeto para levar ao público melhor entendimento sobre o fazer do profissional psicólogo.
Segundo ela, o projeto promove a divulgação das várias atividades que podem ser desenvolvidas pelos psicólogos, desmistificando a ideia de que a prática da profissão é endereçada apenas a pessoas com sofrimento mental, como as pessoas pensavam no passado.

Para a coordenadora, a profissão do psicólogo precisa ser entendida como um fazer necessário e imprescindível.

“Assim como precisamos de um médico ou de um dentista, existe a necessidade do cuidado com a nossa parte psíquica, cuidado com a nossa mente, seja da ordem de cuidado curativo tanto quanto preventivo”, defende Rosimeire Aparecida.

Alice Veloso*
O Norte – Montes Claros
* Estagiária sob supervisão do editor

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *