Foi realizada no dia 24 de novembro, ação voltada para o Novembro Azul, mês dedicado a prevenção e tratamento do câncer de próstata, que tem os homens como vítimas. O evento aconteceu no Campus Amazonas, todavia contou com a presença de colaboradores de todas as unidades da instituição. Foram vinculadas atividades como palestra sobre o tema e também tratamentos estéticos para os participantes.

Henrique Andrade Barbosa foi o responsável pela palestra, ele além de enfermeiro e professor de disciplinas da área da saúde, tem em seu mestrado e doutorado estudos focados no câncer. “O homem é desleixado em relação à sua saúde, por isso palestras como esta são importantes, pois reforçam os cuidados que são necessários para prevenção de um câncer, descoberta precoce ou até mesmo o tratamento, já que essa é uma doença curável”, afirma o palestrante e completa falando sobre o preconceito que os homens têm com o exame. “Devido o exame acontecer por meio do toque retal e essa área ser envolvida pelo imaginário masculino, por medo, constrangimento e pudor, muitos diagnósticos deixam de ser precoces e com maiores chances de cura”.

Cristina Martins Batista, que é professora na graduação de Psicologia e também coordenadora do Núcleo de Orientação Psicopedagógica – NOP comenta sobre como foi pensado a ação. “O público masculino na instituição compõe um grande número, por isso um evento como este funciona como motivador, já que acontece mundialmente e, às vezes, falta à informação necessária”.

“A psicologia entra como auxílio, uma vez que tenta resgatar a autoestima e o autoconhecimento do homem, levando em consideração o aspecto da saúde, questões físicas e mentais, trabalhando o homem no todo, principalmente aspectos vinculados à doença”, completa Ana Cristina.

A visão dos profissionais é de total importância, todavia, deve se também levar em consideração a visão do homem como sujeito à doença. Michael Gomes Mendes, que é um dos técnicos de informática da rede, no Campus Amazonas, expõem sua visão sobre a ação realizada. “Já trabalhei em outras empresas e essa é a primeira com a iniciativa de um evento com foco na saúde dos homens. Isso mostra que está deixando de ser algo voltado apenas para saúde feminina. E isso é necessário, pois aliado ao machismo, não é todo homem que se cuida. Além disso, foram repassadas dicas para prevenção e também incentivo para procurado médico para realização do exame”.

Hellen Patriny

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *