Acadêmicos do 5º período de Psicologia Funorte realizaram na manhã desta terça-feira (28) no colégio Indyu, atividade com alunos do ensino médio. O objetivo do projeto é fazer reflexões sobre escolhas vocacionais, análises e conscientização dos jovens sobre as possíveis melhores escolhas a se fazer.

Este projeto é orientado pela professora Caroline Caribé Teixeira Veloso, na disciplina de Processos e Técnicas Grupais, voltado para Psicologia Escolar e Educacional. A proposta é trabalhar em grupo orientando sobre a melhor escolha, futuro e os meios para alcançar os objetivos. “Autoconhecimento, conhecimento da realidade socioprofissional, independência, determinação e responsabilidade são as atitudes necessárias para fazer as melhores escolhas na vida”, diz Caroline.

Em um primeiro momento, são feitas reflexões em relação a escolha vocacional para que em um outro momento, sejam feitas análises, com o propósito de conscientizar os jovens. O tema abordado foi: “a única forma de prever o futuro é criá-lo”.

O acadêmico de Psicologia, Woochiton Ramos explica que o tema foi escolhido pela turma na faculdade, sendo desenvolvido por várias equipes, desde escolas públicas até as privadas, para que consigam atingir um maior número de indivíduos e, principalmente, diferentes faixas etárias e classes sociais. “O nosso objetivo é mostrar trilhas a seguir para se destacar em qualquer função social. Queremos mostrar à eles que podem construir o futuro, com disciplina e determinação”, diz.

“Este trabalho é de extrema importância, pois os estudantes do ensino médio sempre vivem dilemas como a escolha de curso na faculdade, carreira, estudos, vida social. Tudo isso causa conflitos, muitas vezes não trabalhados. Por esse motivo, uma instrução sobre qual é a melhor escolha e como fazê-la é muito interessante”, completa Woochiton.

Os acadêmicos deixaram também reflexões, como por exemplo, “O que você está fazendo aqui?”, para que os alunos trabalhem com o tema até o fim do projeto, que tem previsão de durar 4 semanas.

Anna Louisa Narciso

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *