Docente do curso de Jornalismo da Funorte, Andréia Pereira organizou visita técnica de acadêmicos da graduação para conhecer redações em Belo Horizonte. Segundo ela, o objetivo da viagem era, principalmente, visitar alguns veículos de comunicação na capital e região metropolitana.

“Desta forma, visitamos o jornal Hoje em Dia, a Assessoria do Governo de Minas, na Cidade Administrativa, o jornal O Tempo e a Rádio da UFMG. Além disso, fizemos passeios culturais na Pampulha, na Praça da Liberdade e em Inhotim, no município de Brumadinho” afirmou. A professora ainda destaca que este tipo de ação aproxima teoria e prática, pois, a disciplina que a mesma ministra tem como proposta de ementa explicar tanto o que compõe o gênero notícia quanto a estruturação de uma redação jornalística. “É de extrema importância que os alunos tenham a oportunidade de enxergar além da sala de aula. Fazer visitas técnicas proporciona isso. Assim, eles poderão compreender melhor as atividades propostas em sala. Tentamos escolher os mais variados tipos de atuação do jornalista”, ponderou.

O coordenador do curso, Elpídio Rocha destaca a importância de colocar os acadêmicos em contato com a realidade da profissão, pois oferece aos participantes a chance de conhecer veículos de comunicação tradicionais e novas experiências em comunicação educativa, além disso, promove o contato com perspectivas de arte, cultura e conhecimento que muitos estudantes não têm condições de usufruir no seu cotidiano.

“É a oportunidade de conhecer, observar, perguntar e ampliar o conhecimento sobre a prática profissional e o mercado de trabalho. E, mesmo, estabelecer uma rede de contato com empresas e colegas de profissão. A transmissão de conhecimento não deve ser concentrada apenas na sala de aula. As visitas técnicas são extremamente importantes para que o estudante conheça novos espaços, novas alternativas, novos métodos e instrumentos de atuação. É um momento de abertura para outras perspectivas e possibilidades de aprendizado e de ação profissional”, ponderou.

O aluno do primeiro período Jair Lauriano da Silva, explica que a sensação de estar em contato com a profissão foi a melhor possível. Segundo ele, estas visitas mostram a realidade e enriquece o conhecimento na área, apesar de suas diferenças. “Ambos trabalham com jornais impressos, mas funcionam de maneiras distintas, começando pelos aplicativos que usam para editar vídeos, fotos e até mesmo o portal. Além da forma como eles lidam com a notícia. Por exemplo, o jornal O Tempo abrange apenas a região metropolitana de Belo Horizonte, já o Hoje em Dia, leva conteúdo para todo estado.

Já para a acadêmica Ana Vitória, o maior ensinamento é o da dedicação. “ Nos ajudou a compreender as dificuldades de conciliar família, trabalho e lazer. Esta viagem nos deixou mais confiantes. Escolhemos o curso certo”, concluiu.

 

Gabriel Mota

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *