Acadêmicos do curso de Jornalismo puderam debater temas sociais e profissionais juntamente com Jornalista convidado, Bruno Voloch, colunista do portal Yahoo e do Estadão em SP. A palestra, Jornalismo em 4 partes, realizada pela Funorte na Semana Integrada de Atividades Acadêmicos Profissionais (SIAP) proporcionou aos estudantes  oportunidade de aprofundar seus conhecimentos sobre Jornalismo Esportivo, e ter como base, uma visão realista do profissional da área.

O Jornalista, Bruno Voloch, possui 29 anos de atuação na área. Trabalhou em diversos veículos de comunicação online, impresso, TV e rádio como diretor, apresentador, repórter, comentarista e colunista. Fez cobertura de Olimpíadas, Copas do Mundo e Pan Americanos se tornando referência no ramo. Bruno ressalta que é importante manter a aproximação dos alunos com as barreiras que irão encontrar no mercado de trabalho. “O jornalismo mudou desde quando eu me formei, há quase 30 anos. É muito gratificante ver um auditório tão participativo, pois enxergamos que o jornalismo, na veia, não está morrendo. Esses estudantes não devem desistir dos sonhos e sim se aperfeiçoarem cada vez mais para buscarem seus espaços”, enfatiza.

Muitos entram no jornalismo com ideia criada a partir do que veem nos veículos e mídia, e se surpreendem quando se deparam com a realidade totalmente diferente do que parece. A acadêmica de Jornalismo, Isabela Tayrine Pinto, explica a importância da contribuição do palestrante para quem ainda não teve muito contato com a profissão. “Muitos acadêmicos são seduzidos por uma ideia romântica do jornalismo, a de justiceiro social. O Bruno é muito honesto com tudo, tanto sobre jornalismo em si quanto o mercado de trabalho e as empresas. Ele parece ser uma pessoa muito sensata, e isso me atraiu na palestra”, argumenta.

Jean Carlo Xavier cursa o 6º período de Jornalismo e relata que: “a discussão contribuiu bastante, porque ele já tem uma bagagem cultural muito grande, e sabe expor as ideias, de forma clara, do que acontece no mercado. De certa forma o debate só fortaleceu ainda mais a vontade de ser um bom profissional e se destacar no mercado de trabalho. O jornalismo vive de transformações e precisam ser acompanhadas por nós. Voloch nasceu em uma época totalmente distinta da nossa. Hoje estamos vivendo em um mercado que é bastante múltiplo”, finaliza.

Marcus Braz

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *