O curso de Biomedicina da Fasi participou de um dos minicursos da programação da “Jonafes 2016”, cujo tema foi: “Atuação do Biomédico na Acupuntura”, ministrado por Antônio Igor de Castro Alves, fisioterapeuta com várias especializações em técnicas ocidentais.

Umas das abordagens feitas pelo especialista foram as análises sobre a má alimentação, respiração de forma incorreta e estresse, problemas cotidianos que podem ser facilmente tratados por meio da acupuntura. Antônio Igor afirmou que a técnica é considerada medicina ocidental e explicou o seu objetivo: “Práticas ocidentais buscam o encontro do ser humano com ele próprio”, fala.

O fisioterapeuta explicou também, sobre alguns elementos utilizados no ocidente que compõe a acupuntura, como o yin yang, que se integram ao taoismo que expõem a dualidade de tudo que existe no universo. “Tudo deve funcionar em equilíbrio. Tristeza e alegria devem estar na mesma medida, tudo que é demais, foge da normalidade e causa sofrimento, causas danos à saúde física e mental”, conclui.

Sabrina Leite, de 20 anos, acadêmica de Biomedicina, mostrou-se interessada e atenta ao assunto abordado: “Foi um minicurso que me interessou desde o primeiro momento. Além de ser chamativo, é uma área na qual quero me especializar, pois já há um número expressivo de biomédicos atuantes nesse ramo”, contou.

Ingrid Neves

 

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *