Com toda correria do dia a dia, trabalho, estudos e atividades é comum cada vez mais as pessoas trocarem uma alimentação saudável por alimentos embutidos e industrializados que são, na sua maioria, mais práticos e simples de serem preparados. Este seria um bom método, se não fosse os efeitos que este tipo de produto causa ao organismo.

Pesquisas realizadas pela Escola de Saúde de Havard, nos EUA, avaliaram cerca de 20 estudos em diversas partes do mundo e constataram que o consumo diário de alimentos como: salsicha, bacon e presunto podem aumentar o risco de problemas cardíacos em 42% e de diabetes tipo 2 em 19%.

São inúmeros os malefícios que esses alimentos trazem a saúde, como ressalta Hebert Vieira, acadêmico do 7º período do curso de Nutrição na Faculdade de Saúde Ibituruna – Fasi. “Os alimentos embutidos, segundo a Organização Mundial da Saúde, estão relacionados com o risco de desenvolver câncer e, além disso, são ricos em sódio que está relacionado com a pressão alta.”

Uma das substâncias mais presentes nos alimentos embutidos é o nitrato, que é comprovadamente um importante agente cancerígena. Outro aspecto prejudicial presente neste tipo de alimento são os aditivos químicos como os corantes e conservantes. O nível de sódio e gordura encontrados também ajuda nessa composição que pode trazer graves consequências no futuro.

A Organização Mundial da Saúde (OMG) alerta sobre os perigos que esses alimentos fazem a saúde e dá dicas para uma alimentação saudável:

  • Aumente e varie o consumo de frutas, legumes e verduras. Coma-os cinco vezes por dia;
  • Reduza o consumo de alimentos gordurosos, como carnes com gordura aparente, salsicha, mortadela, frituras e salgadinhos, para no máximo uma vez por semana;
  • Reduza o consumo de álcool e refrigerantes. Evite o consumo diário;
  • Reduza o consumo de doces, bolos, biscoitos e outros alimentos ricos em açúcar para no máximo duas vezes por semana.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *