Na sexta-feira, 23, foi realizada, no Portal Eventos, a abertura da Jonafes para os cursos da área da Saúde da Funorte e Fasi. A palestra “Construindo o Seu Futuro – Uma Abordagem Empreendedora” foi ministrada pelo coach Antonio Carlos Soares, graduado em Administração de Empresas e mestre em Relações de Poder e Dinâmica das Organizações, com o objetivo de abordar o comportamento do empreendedor e quais são os comportamentos que contribuem com o sucesso das pessoas.

“A Jonafes, hoje, é seguramente um dos maiores eventos acadêmicos do Brasil, pelo quantitativo de participantes no evento e pelo seu leque de programação. São mais de 150 cursos acontecendo durante três dias de jornada”, afirma Andrey Souza, organizador do evento e diretor do Núcleo de Extensão da Funorte.

Durante a palestra, Antonio Carlos, explicou que a área da saúde é uma das que mais vem se expandindo no país. Percebe-se que os negócios desta área se multiplicam, pois o sistema público tem suas dificuldades. Também existem no mercado, os que procuram pagar os profissionais da área da saúde, que possuem essa visão empreendedora. “Como o grupo Soebras tem toda uma formação técnica e também de empreendimento, esta palestra somente reforça os comportamentos para que os acadêmicos não saiam daqui apenas para serem empregados, mas, para serem donos de seu próprio negócio”, conta Antonio.

A acadêmica do 9° período do curso de Farmácia, Eliane da Silva Pereira, também é empresária do ramo. Ela fala que é muito importante essa preparação com os acadêmicos, pois auxilia os estudantes a terem uma visão maior em relação a ser dono do próprio negócio. “Todo o conhecimento que adquirimos com estas palestras faz com que melhoramos nossas rotinas e que apliquemos o que aprendemos. Já conhecia o processo de coach, é muito interessante e quero poder inserir cada vez mais estes ensinamentos na minha carreira”, afirma Elaine.

“Não é a área que trabalhamos que se sobressai e, sim, o profissional. Percebemos que estes profissionais identificam uma deficiência ou necessidade no mercado. Assim, o mesmo irá oferecer tal serviço ou um negócio. Tudo depende do especialista, não apenas no ramo da saúde, mas em qualquer outra área. A idéia é fazer com que essas pessoas enxerguem as oportunidades no mercado”, conclui Antônio.

Victor Araújo

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *