Durante quatro meses, alunos das Funorte e Fasi de diversos cursos participaram do projeto piloto Empreendedorismo Social e Negócios de Impacto Social em parceria com o SEBRAE. Entre os meses de agosto e setembro, estes acadêmicos iniciam uma nova etapa, o plano de negócios.

Na tarde desta quinta-feira, 25, no Campus JK, os alunos que participaram do projeto e, demais interessados, participaram do Curso de Plano de Negócios em parceria com o SEBRAE. Neste curso eles aprenderão sobre como elaborar um planejamento. O plano de negócios baseia-se nos passos da empresa para que seus objetivos sejam cumpridos. “É uma ferramenta segura para conhecer e aprender o campo de atuação e ter informações sobre o negócio e os resultados que podem ser adquiridos”, explica o coordenador do projeto, Marcus Caldeira.

O curso foi ministrado por consultores do SEBRAE. Em aula conjunta, Gilze Oliveira e Antônio Carlos Soares explicaram sobre empreendedorismo, como empreender, características do empreendedor, sobre canvas, faturação, assuntos relacionados e, também, escutaram as ideias de cada aluno. “A importância do Plano de Negócios é pesquisar a viabilidade do projeto. O plano aumenta a chance de sucesso de uma empresa porque tem a previsão clara de ações, a forma mais eficiente de agir. Além disso, evita o desemprego por ter um planejamento”, ressalta Gilze.

Acadêmica de Psicologia, Letícia Bergamo, explica que o plano é importante para ajudar a tirar a ideia do papel. “Não adianta ter somente a ideia, o plano nos mostra a viabilidade do negócio e a tira do papel. Nos mostra também o que será necessário para tornar nossa empresa real e palpável”, conta a acadêmica.

O curso continua na sexta-feira, 26, e será finalizado nos dias 8 e 9 de setembro. Ao final, as ideias serão apresentadas e julgadas por uma banca e serão premiadas (as três melhores).

 

Mariana Correia

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *